ESCOLHENDO O CONCURSO QUE VAI ME LEVAR PRA UMA CIDADEZINHA

Eu sei que muitos dos que virão aqui serão advindos do Blog do Pobretão e por influência do próprio tem horror a concursos e concursados. (Funças parasitas segundo eles). Mas discordo. 

Estuda condenado! Ou vai ficar preso nessa maldita capital pra sempre!

Pro JPBF (Jovem Pobre Beta Feio) sair da merda em que se encontra, concursos públicos podem ser uma ótima opção. Mas não estou  aqui pra falar bem de concurso público. O Concurso é a minha escolha pra ralar peito de São Paulo. Se você não gosta, melhor ainda, pois sobra mais cargos pra mim. 


Tendo dito isto, desde que me decidi a dar uma banana pra SP eu estou sondando concursos e cargos que podem garantir minha fuga da metrópole. Mas como tudo nessa vida (exceto se estressar em SP) concursos não são uma opção fácil. Ainda mais porque eu estou procurando um conjunto de "atributos" que um concurso deve ter pra resolver minha vida (será meu último concurso, então tem de caprichar). Entre as características que o concurso / cargo que procuro deve ter, estão:


 - Ser fora de São Paulo
 (ESTADO DE SP) é essencial. Toda a minha estratégia se baseia em mandar SP pra PQP. Mas não é qualquer lugar fora de SP. Tem de ser melhor. Então Norte, Nordeste, e principalmente RIO DE JANEIRO estão descartados sumariamente. Além, de serem lugares mais quentes (E portanto menos civilizados) o "Jeitinho Brasileiro" esta enraizado nesses buracos tornando impossível viver decentemente nesses pardieiros fantasiados de Estados. Não gostou de eu dizer isso? Problema seu. Não vou morar nesse ninhos de rato só pra te agradar. Minha bússola aponta pra Sul e Sudeste (Exceto SP) e no máximo um Centro Oeste (Tipo Goiás e Mato Grosso do Sul). Brasília embora seja a Meca dos Concursos esta descartada porque é uma Capital (Do país. Pior ainda) e porque não tem um bom histórico de cidadezinhas decentes.


 - Pagar mais do que eu ganho atualmente
Dá pra viver em cidadezinha com o que eu ganho? Dá. De boa. Mas concurso é algo desgastante física, mental e psicologicamente. Pra valer a pena eu tenho de andar pra frente. Fora que eu tenho um plano de aportes que necessita de ganhos na casa do 6k mensais pra cima. Só assim eu posso ir pra uma cidadezinha, garantir meu sossego e ainda assim continuar evoluindo financeiramente. Cargos que pagam 6k mensais por mais que pareça pra quem olha de fora, não tem por ai aos montes. 

Aliás os cargos públicos são curiosos: Você tem muitos cargos perfeitamente viáveis até 3k mensais. Dai vem um gap monstruoso e só aparece cargo de 8k pra cima que são bem difíceis de passar nos concursos. Não existe uma progressão lógica (cargos de 3K, 4K, 5K...) Imagino que, por causa dos malditos cargos comissionados que ocupam essa faixa de salário. O Fato de meio mundo estar estudando pra auditor ou fiscal da fazenda não é à toa. É que essas pessoas já estão em cargos de 3 ou 4k mensais e simplesmente não tem nenhum outro cargo entre esses e os 12k que um auditor ganha. É pura falta de opções. Assim, preciso achar um cargo na faixa de ganhos que planejei, mas isso é complicado. 


 - Não pode ser um concurso de múltiplas fases
Quem é concurseiro mais hardcore, pode achar essa exigência meio frutinha, já que quem é bom passa em qualquer fase, mas o ponto não é esse. Eu quero sair daqui o mais rápido possível e além de concursos de múltiplas etapas serem naturalmente mais demorados (E mais difíceis pois existe mais chance de eliminação), você pode perder um tempo enorme e depois ser eliminado em uma das fases finais. Isso te atrapalha em outros concursos que você poderia passar mais facilmente se não estivesse se aplicando pra alguma das fases do concurso que te eliminou na oitava fase. Depois que eu fui eliminado na terceira fase de um concurso de cinco fases, me vacinei contra concursos muito longos. Pra mim não serve, Especialmente agora. Tem de ter no máximo duas fases. E olhe lá!


 - Não pode ser na área policial ou de segurança pública
Desculpe quem é. Mas ser policial honesto (especialmente em SP) é coisa pra idiota: Concursos ultra concorridos, salário vergonhoso, a população te odeia, os bandidos te odeiam, a imprensa te odeia, o próprio governo te odeia... Não pode atirar em ninguém mesmo que precise, ninguém te dá razão... Fora o fato de não ter nem rotina nem horário (Em termos: Não tem horário pra sair. Mas pra entrar tem sim.) Fora ter de lidar com Zé Povinho full time. Minha vida seria bem mais fácil se eu topasse um concurso de delegado de polícia fora de SP. Dá pra passar. Mas eu quero sair da merda. Não me atolar mais nela. Fora que é um concurso longo, com muitas fases, como explicado anteriormente. 


 - Não pode ser cargo de atendimento ao público. 
Sei que tem gente que vai pensar: "Mas que porra de funcionário público é você que não quer atender público?". Entenda uma coisa SERVIR ao público e ATENDER ao público são coisas diferentes. Existem toneladas de cargos onde se pode ser útil ao público sem precisar ter contato com ele. Em meu cargo atual eu atendo em balcão público todos os dias. Em meu emprego anterior era pior, pois atendia em balcão de hospital (Literalmente atender balcão em hospital é de longe o pior cargo do serviço público). E já trabalhei em supermercado. Então EU JÁ TIVE A MINHA COTA DE ATENDER BONOBOS. Já deu! Eu nunca gostei de atender chimpas no balcão e nunca vou gostar e pra eu ser plenamente feliz profissionalmente eu tenho de ficar bem longe do povão (Embora eu tenha certeza que o povo das cidadezinhas é menos chimpa que o das capitais). Elitista? Pode ser. Mas estou disposto a pagar o preço em estudos pra nunca mais ter de dizer: "Bom dia, pois não, em que posso ajuda-lo?"


 - Tem de ter o mínimo de exatas nas matérias
Ai todo mundo pensa: "Mas porra! ainda quer que não tenha matemática! "Quer moleza, senta no pudim!" Certo. Mas você não vai passar em concurso nenhum se você não se conhecer bem. E eu sei muito bem que SOU UM PREGO EM EXATAS. Assim se eu entrar em um concurso com muitas exatas, já entro perdendo pra quem tem facilidade com números. É simplesmente idiotice. Ponto. Quer passar em concurso? Seja mais um estrategista que um decorebista. Concurso não é saber a matéria. Concurso é colocar um X no lugar certo. E pra isso você deve maximizar seus pontos fortes e minimizar os pontos fracos. O que nos leva ao nosso próximo item:


 - Preferencialmente um concurso jurídico
Eu fiz faculdade de Direito, tirei carteirinha da OAB e advoguei. Nada disso serviu para me fazer melhorar de vida (o mercado esta uma merda e super lotado), mas em concursos O Direito pode me dar uma vantagem competitiva contra quem não fez faculdade dessa matéria. Fora que órgãos jurídicos costumam ter vantagens e benefícios que outros órgãos (Exceto os fazendários) não tem. Afinal se tem um coisa que juízes sabem fazer muito bem é puxar brasa pra sua sardinha. Assim escolher preferencialmente concursos jurídicos (ou com muita matéria jurídica) me coloca um passo à frente de quem não estudou Direito e maximiza minhas chances de ser aprovado. Na prática é uma vantagem muito pequena porque existem decorebistas selvagens que sabem Direito melhor que muito bacharel. Mas ainda assim uma pequena vantagem é melhor que nenhuma.


 - Com cargos em todo o país
É meio difícil explicar esse  critério. Tem de ser um concurso que tenha cargos em tudo que é lugar, porque ai tem mais concursos e chances e com a mesma matéria eu posso prestar prova em todos eles. Exemplificando porcamente: Se eu escolhesse o concurso pra procurador municipal (Que é um advogado do município) eu poderia prestar pra procurador em qualquer lugar porque os critérios e matérias são iguais. Assim posso estudar pro mesmo concurso no país inteiro*

*Cabe citar que eu não vou estudar pra procurador porque abrem poucas vagas a cada concurso (1 ou 2 no máximo) e isso minimiza minhas chances, o que vai contra minha estratégia. Fora que a média salarial pra procurador municipal (Que é o que mais tem) é muito baixa. Mas como é um concurso que exige OAB isso minimiza muito a concorrência já que nem todo mundo tem OAB. Preciso rever minha decisão.

Seguindo essas diretrizes eu posso pinçar qual o concurso que mais se aproxima do que eu preciso para sumir de SP e ser feliz em uma cidadezinha e posso aumentar ao máximo minhas chances de passar nele. Pura gestão dos recursos que possuo. Assim que eu isolar o concurso certo e suas matérias eu posso escolher materiais e métodos de estudo que maximizem minhas chances. Ai é sem miséria. Seja em tempo de estudo ou em compra de materiais ou cursos. Pago o que for necessário desde que isso aumente minhas chances. Tenho de ser ultra competitivo pra poder realizar meu sonho. 

Até o presente momento, o concurso que mais se aproximou de minhas pretensões foi o de Auditor Fiscal do Trabalho que tem poucas exatas, mas muita matéria. O grande problema é que além de ser um cargo federal "De elite" (O que aumenta a concorrência não é sempre que tem concurso). 

O cargo de procurador municipal eu vou rever porque encaixa em muitos critérios meus e tem em todo lugar. Pode até ser viável. Vamos ver.





AddThis