CAMINHANDO POR ONDE ODEIO

                                      Todos os dias eu tenho que aturar ir até o trabalho passando pela mesma paisagem feia, deprimente, triste e pobre que vi durante toda a minha vida. Odeio muito isso aqui. Sei que esse lugar nunca vai melhorar. A melhora aqui só seria possível se passassem um trator em tudo ou jogassem uma bomba que deixasse só uma cratera fumegante.

Isso aqui é mais ou menos o que eu vejo todo dia. Deprimente.


Durante toda a minha vida tive que aturar a mesma paisagem que só deteriorou. Se eu sair daqui agora e voltar daqui a 30 anos estará tudo do mesmo jeito. Estagnado, feio, mal feito e sujo. É disso que quero fugir. Dessa paisagem nojenta, desse povo imbecil, enfim... de tudo que as capitais e suas nojentas periferias representam.


Mas pra não dizer que não falei de flores, descobri o cargo jurídico que vou prestar concursos: Defensor público. Olhando friamente é um cargo de merda porque tem de lidar com povão Coisa que abomino). Mas é o único que apresenta vencimentos acima de 7K mensais e não exige a maldita prática jurídica de 2 ou 3 anos. Fora que tem muitos concursos por ai e em todo o Brasil. Mas claro que como qualquer cargo jurídico mais "legalzinho" esse apresenta poucas vagas. 

Mas ainda não é o concurso final (A Não ser que eu ganhe mais de 15k mensais). Eu pretendo usar a defensoria para conseguir a infame prática jurídica e poder prestar concursos ainda melhores, pois existe uma grande chance que eu não consiga uma vaga de defensoria fora de uma capital. 

Agora preciso aprender um pouco mais sobre a defensoria e tentar fugir dessa latrina em que moro e trabalho o mais rápido possível. 


EDIT: Fiz uma pesquisa mais elaborada e descobri que defensor público atua meio que como "Advogado do povão". Tô fora! Não atender público nunca mais é um dos meus nortes pra concurso. Pra atender Zé Povinho eu fico aqui onde estou mesmo!  Vou procurar outro cargo que me dê os 3 anos de prática jurídica. 

AddThis